Um Engano Chamado Teologia Inclusiva

O padrão de Deus para o exercício da sexualidade humana é o relacionamento entre um homem e uma mulher no ambiente do casamento. Nesta área, a Bíblia só deixa duas opções para os cristãos: casamento heterossexual e monogâmico ou uma vida celibatária. À luz das Escrituras, relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo são vistas não como opção ou alternativa, mas sim como abominação, pecado e erro, sendo tratada como prática contrária à natureza. Contudo, neste tempo em que vivemos, cresce na sociedade em geral, e em setores religiosos, uma valorização da homossexualidade como comportamento não apenas aceitável, mas supostamente compatível com a vida cristã. Diferentes abordagens teológicas têm sido propostas no sentido de se admitir que homossexuais masculinos e femininos possam ser aceitos como parte da Igreja e expressar livremente sua homoafetividade no ambiente cristão.

Leia mais…

Comentários

  • Albertoestevao
    Responder

    É muito triste esta nova prantica que as igrejas na pos-modernidade esta aceitando. A Bíblia é clara quanto a homossexualidade, e nós embora vivemos nesta terra onde tudo agora é aceito ate nas igrejas, nós não devemos aceitar.
    Isso tudo em consequência confiar na mente humana e acham que a Bíblia é interpretada pela mente humana sem o poder do Espirito Santo e se perdem nestas legalidades sem funadamento bíblico no seu contesto.